Últimos Comentários

  • Anna Maria 03.04.2014 13:51
    Adryana, Semelhante aconteceu comigo, mas não foi a uma casa que eu frequentava, mas sim a uma pessoa ...

    Leia mais ...

     
  • Kátia Cristina 03.04.2014 01:57
    Quero Agradecer a oportunidade única o ritual Pomba Gira Rosa do Ouro foi algo muito mágico onde o ...

    Leia mais ...

 

 

oxossiptoriscEste é um assunto que sempre gera polêmica e na maioria das vezes uma grande confusão tanto por parte dos médiuns e até mesmo por parte de alguns dirigentes.

 

Quando questionamos sobre pontos riscados ou somos questionados: O que é um ponto riscado? Encontramos algumas respostas como, por exemplo, é um agrupado de símbolos dentro de um círculo, ou então é a representação da força do Guia, em outros casos ouvimos que é o local ou um portal de descarga entre o médium e o Guia.

 

Mas qual resposta é a correta? Eu acredito que todas, e ainda gostaria de complementar mais uma, onde o ponto riscado seria uma Assinatura, uma Senha, um “Pacto”, um Vínculo entre o médium e o Guia que te escolheu para trabalhar.

 

Então com base em todas estas definições, podemos identificar a importância do Ponto Riscado dentro dos trabalhos, mas é só isso que o ponto riscado representa? Não, por que, o Ponto Riscado é o simbolismo da representação da força do Guia e a identificação de qual ou quais Orixá(s) ele “serve”, não deixando de ser também é o vínculo entre o médium e o Guia, ou seja, qual é a “missão” do Guia com aquele médium enquanto estiverem trabalhando juntos.

 

Eu observo muitas pessoas trabalhando com seus Guias e antes de iniciar os atendimentos, alguns “médiuns/guias” assinam seus pontos no chão, ou então em algumas casas os pontos riscados ficam amostra e particularmente não concordo. Pra tentar entender melhor vamos fazer uma analogia sobre o Ponto Riscado que fica aparente nos trabalhos, nas casas e/ou em roupas. Pense que você tem uma conta no banco com bilhões, com muito Axé, você ficaria mostrando a assinatura que faz no seu talão de cheque? Ou então publicaria a sua senha do banco para todos (informando além da senha também o banco, agência e conta)? Então transferindo para o Ponto Riscado, ele seria como a “assinatura do cheque” ou a “senha do banco”, o acordo firmado, que foi feito entre você e o Guia que te escolheu para trabalhar e cumprir uma missão, e ainda neste caso vamos complementar dizendo que o Guia seria o seu “banco”. Por isso, que disse que não sou adepto de mostrar o ponto riscado ou o acordo que temos, entre o Guia que trabalhará comigo e eu, já pensou o que pode acontecer se uma pessoa mal intencionada detém estas informações? O que ele pode fazer na estrutura do “seu banco e na sua estrutura”? Mas ainda dentro deste assunto podemos identificar o ponto riscado “para o/um trabalho”, onde o Guia riscará um ponto, que não é o do “acordo que fizeram”, mas sim um ponto específico. Neste caso eu concordo, pois será algo pontual onde acontecerá naquele momento, ou seja, para aquele trabalho e pronto. Mas poucos são os Guias/Médiuns que tem esta consciência e prática.

 

Dentro deste cenário ainda encontramos os casos de médiuns, que compram livros e ficam decorando os pontos riscados, de acordo com o nome do Guia pra depois riscar o ponto no dia que for para o terreiro. E para este assunto e que entendam melhor vou continuar com a polêmica e entrar também na estrutura do ponto riscado, ou seja, os diferentes modelos de Pontos Riscados, já presenciei, após o Guia e o Médium pactuarem com a representação do Ponto Riscado, o dirigente olhar para o ponto e dizer este ponto não é do “Fulano de tal”, você está mistificando! Então pergunto, será?

 

Vamos lá, nós vimos que o Ponto Riscado é um acordo entre o médium e o Guia, concordo que a estrutura básica do ponto de uma linha de Guia é o mesmo, ou melhor, é bem semelhante, mas os “elementos ou símbolos” adicionais que são apresentados nos pontos podem ser devido a missão do Guia com o médium ou possíveis coroações que o Guia tenha ganhado. O Guia pode ganhar símbolos e consagrações em sua estrutura energética e sendo assim ele apresentará quando riscar o ponto, exemplificando melhor, vamos supor que o médium em parceria com o Guia (Senhor Tranca-Ruas) faz o seu ponto riscado, e o responsável pelo terreiro encontra alguns símbolos diferentes do que ele já viu como, por exemplo, um coração riscado no ponto. O que acontece? Geralmente o responsável pelo terreiro vai dizer que não é o Guia ou que está acontecendo uma mistificação da força de Tranca-Ruas naquele médium ou o médium está mistificando. Então só que toda a estrutura de Tranca-Ruas está riscada onde é realmente a representação da sua força, MAS a missão do Senhor Tranca-Ruas com este médium é justamente trabalhar os sentimentos das pessoas em consulta ou até mesmo os sentimentos do próprio médium. Agora volto a questionar quem está errado o Senhor Tranca-Ruas que está mostrando a sua missão ou a má interpretação do responsável pelo terreiro? Até concordaria se a estrutura básica do seu ponto, ou seja, a representação da força de Tranca- Ruas, não estivesse presente de alguma forma, mas estando presente apenas apareceram alguns complementos por que o médium precisará desta simbologia no “acordo” que estão assinando para os trabalhos.

 

Conselho:

O ponto riscado é uma ferramenta dentro da Umbanda de extrema importância tanto pra você médium como para o seu parceiro(a)/amigo(a)/compaheiro(a): “o Guia”. Então não copie pontos de outros Guias que tenham visto, mesmo que os Guias tenham o mesmo “nome”, não fique comprando livros ou mesmo pesquisando em Internet pra analisar ou decorar os ”modelos”, deixe que o Guia, que te acompanha, e que te escolheu, faça o ponto para vocês de acordo com a missão que terão juntos. Tenha cuidado com intuições de pontos que possam surgir na mente, pois pode ser que algum outro tipo de entidade de atuação negativa que deseja lhe confundir ou lhe prejudicar e quando riscar o seu ponto poderá abrir um portal para energias negativas entrando diretamente em sua estrutura mediúnica, podendo prejudicar você e o trabalho que está conduzindo. Tenha consciência da seriedade do ponto riscado e de quanto ele deve ser preservado e zelado.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comentários  

 
0 #4 Aldenete 08-04-2014 13:21
Escrevo de Belém do Pará.
Gostei muito do texto. Abraços!
Citar
 
 
0 #3 Telma Silva 24-03-2014 00:07
Boa noite ! Excelente explicação. Frequento um Templo Umbandista que os guias não riscam seus pontos. Pouco entendo sobre o assunto. Na verdade, sei que nada sei. Pode acontecer de, um Templo não aderir ao ponto riscado ? Obrigada e boa noite.
Citar
 
 
0 #2 Melissa Bergamini 18-03-2014 14:28
Ufa! Grande alívio ao ler estas linhas.. quantas vezes presenciei e fui exonerada por alguns acontecimentos semelhantes, em diversas situações e com pessoas diferentes.
Fico feliz em reconhecer tamanha evolução, humildade, desprendimento e raciocínio claro neste texto.
Nunca frequentei a Casa, estou conhecendo-os por internet.
Faço votos que seus cumpridos e tenham sucesso na empreitada de levar ao povo os cuidados e informação espiritual, não apenas de uma religião, mas os princípios do espírito e o Universo. Abraços!
Citar
 
 
0 #1 Victor Francisco Alt 23-11-2013 06:34
Obrigado pela sua orientação foi de suma importancia!
Citar
 

Pensamento do Dia

Uma das alegrias da amizade é saber em quem confiar. (Alejandro Manzoni)
Anuncie aqui

Contador de Visitas

Hoje427
Este Mês36229
Total282089

Quinta, 24 Abril 2014 03:59
Desenvolvido por CoalaWeb